Grupo Ultra divulga os resultados do primeiro trimestre

15/05/2020

O Brasil começou 2020 de forma promissora e tivemos claros sinais de aceleração nos segmentos que atuamos. Entretanto, com a chegada da pandemia, reflexos que demandaram medidas emergenciais foram exigidos. No Grupo Ultra, estabelecemos o Comitê de Crise em março para atuar em três frentes principais: saúde e segurança dos nossos colaboradores e parceiros; nossas operações e seus respectivos elos na cadeia de valor; e claro, nossa solidez financeira. Nesse sentido, vale compreendermos como nossos negócios se comportaram durante o 1T20:

A Ipiranga apresentou uma pequena redução no volume vendido em relação ao 1T19, principalmente em função da pandemia do COVID-19 que impactou de forma significativa o volume de vendas na segunda quinzena de março. A Ipiranga encerrou o 1T20 com 7.106 postos, uma adição líquida de 16 postos em relação ao 4T19, e com EBITDA 20% menor que o 1T19, fruto da queda no volume de vendas e variação dos preços de combustíveis, atenuados pela gestão de custos e despesas e melhor resultado na ICONIC.

A Oxiteno manteve o volume de especialidades químicas estável em relação ao 1T19, com maiores vendas nos segmentos de Crop Solutions (agroquímicos) e Home & Personal Care no mercado interno e maior volume vendido nos Estados Unidos decorrente do ramp up da planta de Pasadena. O volume de vendas de commodities foi 2% maior na comparação com o 1T19. Fechou o trimestre com EBITDA de R$ 193 milhões (+386%), ou R$ 122 milhões (+207%) excluindo o efeito não recorrente da constituição de créditos tributários no 1T20.

A Ultragaz apresentou crescimento no volume vendido em relação ao mesmo período no ano passado, com ganho de participação nos segmentos envasado e granel. Devido à pandemia, houve um aumento no consumo residencial, principalmente nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, porém, no final de março, houve uma redução nas vendas no segmento granel. A Ultragaz fechou o trimestre com EBITDA 34% maior que o 1T19, devido ao maior volume de vendas e a redução nas despesas.

A Ultracargo teve uma maior movimentação de combustíveis quando comparado com o 1T19, fruto das expansões de capacidade em Santos e Itaqui ao longo dos últimos 12 meses, além da maior movimentação em Suape e Aratu. Tais fatores resultaram em um aumento de 52% no EBITDA, quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

A Extrafarma encerrou o primeiro trimestre desse ano com 411 lojas, sendo 20 aberturas e 49 fechamentos nos últimos 12 meses, reduzindo sua base, como resultado da maior seletividade nos investimentos e maior rigor em relação às lojas com baixo desempenho. O EBITDA da Extrafarma melhorou em relação ao 1T19 em função de melhores margens e ganhos de produtividade.

Encerramos o primeiro trimestre de 2020 com um EBITDA Ajustado de R$ 880 milhões e uma receita líquida de R$ 21 milhões, ambos com um aumento se comparados aos dados do primeiro trimestre de 2019. Para mais detalhes sobre o desempenho de cada negócio, acesse o release de resultados do 1T20.

logo ultra ICO2 IBOVESPA
facebook instagram linkedin youtube
GRUPO ULTRA © 2020. Todos os direitos reservados.