Ultracargo expande suas operações no Brasil, com foco em eficiência e sustentabilidade

10/12/2020

A Ultracargo, maior empresa independente de armazenagem de granéis líquidos do Brasil, anuncia expansão das suas operações até 2022, mantendo seu compromisso com a evolução da logística portuária brasileira. A empresa antecipará em um ano a primeira fase das operações do terminal de Vila do Conde, no município de Barcarena, no Pará, e concluirá ainda em 2021 a terceira fase de expansão de sua operação no Porto do Itaqui, no Maranhão.

Em razão da crescente demanda por movimentação de combustíveis para abastecer a região de influência do Porto de Vila do Conde, o novo terminal da Ultracargo já tem hoje aproximadamente 50% da capacidade da primeira fase contratada, meses antes da conclusão das obras.

A infraestrutura do terminal contará com diferenciais que proporcionarão flexibilidade e eficiência operacional para os clientes. Entre eles, um píer para movimentação de granéis líquidos, com um calado de 16 metros, preparado para receber navios de grande porte e barcaças, por meio de dois berços independentes. Além disso, as operações dos modais marítimo e rodoviário serão independentes, o que permitirá realizá-las de forma simultânea.

Já com a conclusão da terceira fase de expansão, o terminal do Itaqui, no Maranhão, passará a ter 155 mil m³ de capacidade de armazenamento, o triplo da ofertada em 2018. Localizado em porto estratégico para movimentação de combustível importado, o terminal do Itaqui já tem 100% da nova capacidade contratada.   

Pela vocação para atender à demanda de armazenagem de combustível, os dois projetos foram concebidos para operar com alto nível de produtividade e eficiência, correspondendo à dinâmica desse mercado. Um dos principais avanços está nas centrais de transferência de produtos entre navios e tanques, que serão totalmente automatizadas e controladas a partir do Centro de Controle Operacional.

Assim como já acontece nos demais terminais da Ultracargo, as expansões contarão com robustos sistemas de segurança. Além disso, a empresa reforça o seu compromisso com a sustentabilidade, com a redução do uso de madeira no processo construtivo em 50% em função do uso de formas metálicas reutilizáveis e a implantação de sistemas de captação de água de chuva para reuso nos dois terminais, com economia de 25% de água tratada em Vila do Conde e 15% em Itaqui, em média. A companhia adotou ainda o PVC como material para os canteiros de obras. A estrutura modular e a durabilidade prolongada permitiram o reaproveitamento do mesmo material nas duas construções.   

Estes movimentos ampliam a abrangência geográfica e a liderança da Ultracargo no Brasil, que já opera em cinco importantes portos brasileiros, localizados nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul.

logo ultra ICO2 IBOVESPA
facebook instagram linkedin youtube
GRUPO ULTRA © 2020. Todos os direitos reservados. - Sobre Cookies | Política de Privacidade